Quando decidir fazer a cirurgia para estrabismo?

Quando se trata de cirurgia para correção do estrabismo esta pode ser feita em crianças e adultos. Entretanto isso acontece em último caso normalmente, já que existem diversas formas de tratamento com o uso de óculos, tampão e prática de exercícios oculares. Esses tratamentos podem obter os mesmos resultados melhorando a visão sem a necessidade de fazer cirurgia.

Na fase da infância, quando o estrabismo é considerado constante os especialistas indicam a cirurgia como uma alternativa para evitar um problema de profundidade na visão.

Nunca se esqueça de realizar visitas periódicas ao oftalmologista, pois ele conseguirá diagnosticar o tipo de estrabismo  e as consequências provenientes do problema, e assim definir a melhor forma de tratamento.

 

Preço da cirurgia para estrabismo

A cirurgia corretiva pode ser realizada pelo SUS gratuitamente para aqueles que não possuem condições de realizá-la através de forma particular. Os valores da cirurgia custam entre R$ 2500,00 a R$ 5000,00 tudo depende de cada cirurgião.

Como é feita a cirurgia para estrabismo

Este tipo de procedimento exige que seja aplicada uma anestesia geral no paciente, para que assim o médico seja capaz de fazer cortes precisos nos músculos do olho como problema equilibrando as forças e assim alinhando o olhar.

Comumente esse tipo de cirurgia não deixa cicatrizes, principalmente pelo fato de não necessitar cortes na pele ou mesmo a necessidade de retirada o olho. Em casos onde o médico necessita realizar uma sutura, talvez seja vital a repetição da cirurgia após alguns dias da realização da primeira para que assim o olho se alinhe completamente.

Pós-operatório da cirurgia de estrabismo

O processo de pós-operatório é bem rápido se comparado com outros procedimento, pois em cerca de uma semana já é possível não sentir pequenas dores no olho e após cerca de três semanas a vermelhidão que ocorre por conta da cirurgia também desaparece.

 

Após a cirurgia, os cuidados mais importantes incluem:

  • Procurar não dirigir no dia seguinte a cirurgia;
  • Retornar a rotina de trabalho ou escola pode ser feito após 2 da cirurgia,
  • Utilizar os colírios prescritos pelo médico e outros medicamentos como analgésicos e/ou antibióticos são primordiais;
  • Durante o período de 2 semanas evite ao máximo de nadar.

Riscos da cirurgia para estrabismo

Todo procedimento cirúrgico pode ocorre algum risco e no caso da correção do estrabismo não seria diferente. Entretanto quando se segue à risca as recomendações do médico as chances de ocorrer algo como: infecções, sangramento, visão dupla, dentre outros; são mínimas.