Tratamento de presbiopia

O intuito dos tratamento é reparar o erro refrativo que ocorre:

 

Óculos

Os óculos não são meros acessórios neste casos, já que estes possuem  a função principal de realizar a correção do problema ocular podendo ser dificuldades para longe como para perto. Algumas pessoas preferem o uso de lentes de contato, entretanto alguns sentem dificuldades ao inseri-las nos olhos optando pelos óculos “tradicionais”.

Alguns cuidados sempre devem ser tomados para que obtenha-se uma maior conservação dos óculos como: lavar com sabão neutro e mantê-lo em caixas apropriada não correr o risco de arranhar ou quebrá-lo.

Lentes de contato

O uso de lentes dependerá do diagnóstico realizado pelo especialista, essas podem possuir grau positivo, negativo ou até mesmo ser bifocal. Existe a possibilidade de utilizar lentes em apenas um dos olhos, mas como dito acima tudo dependerá do que o especialista diagnosticar. No caso da presbiopia existem uma grande variedade de lentes de contato podendo chegar até 4 grau a lentes.

Optar pelo uso de lentes requer alguns cuidados especiais, já que essa ficam expostas a diversos condições quando estão inseridas nos olhos. Além disso deve-se atentar-se ao prazo de validade e higienização destas lentes, para que assim não ocorra infecções oculares, podendo chegar até a perda das lentes.

Cirurgia Refrativa

Este procedimento é realizado através de uso de laser, onde utiliza-se um equipamento cujo o nome é Excimer Laser. Esse tipo de cirurgia pode ser feita de duas formas LASIK ou mesmo PRK (modo fotorrefrativa). Tudo dependerá da forma que o problema atinge cada paciente para que assim se decida o melhor procedimento.

Procedimentos como este exige um período bem menor para recuperação, além de ser considerado um método preciso e rápido neste casos.

Laser Assisted In Situ Keratomileusis (LASIK)

Esse método é utilizado em todo o mundo desde a década de 1990, sendo uma das mais realizadas pelos especialistas. Neste tipo de cirurgia o laser é introduzido em uma das camadas internas, com o intuito de compensar a falta flexibilidade do cristalino do olho.

Este processo tem um retorno muito rápido cerca de 1 dia. As imagens são produzidas com  mais nitidez nos olhos, facilitando na formação da imagem na retina.

Ceratectomia Fotorrefrativa (PRK)

Neste processo a recuperação é um pouco mais longa e incômoda em relação a cirurgia no modelo LASIK. No formato PRK  o cristalino do olho dá lugar a uma lente interna artificial. A aplicação é feito através de um processo realizado diretamente no tecido da córnea.

Radiofrequência

A radiofrequência é um procedimento no qual trás uma correção na visão, mas de forma temporária. São emitidas ondas que modificam curvatura da córnea,  para isso são aplicadas doses de anestesia. Mesmo não sendo um processo definitivo o retorno a um especialista para realizar novamente este processo é em cerca de 3 a 5 anos.