Sensibilidade à luz, você possui?

Você tem ou conhece alguém que possua sensibilidade a luz, pois tenho certeza de que não é difícil encontrar! Isso ocorre muitas vezes pelo alto brilho de uma tela, pela luz do sol ou simplesmente por ambientes muito claros. Este incômodo pode ocorrer por diversos fatores, por isso vamos falar sobre alguns deles aqui.

 

Por que ela acontece?

 

Esta sensibilidade pode ser um fator genético ou não, pode decorrer também por conta de algumas doenças como a distrofia dos cones ou até mesmo doenças hereditárias. A sensibilidade a luz  também pode ser conhecida por termos como “fotofobia” um nome bem sugestivo para este problema né.

Existe muitas pessoas que possuem olhos de tonalidade clara, onde isso se deve a uma menor pigmentação na íris, acreditam que isto pode gerar uma menor proteção quando comparados a olhos de tonalidade mais escuras.

A explicação que a ciência nos dá para esta sensibilidade são as células fotossensíveis que ficam na parte interna do olho,mais especificamente na retina e não pela cor dos olhos. Independentemente da cor dos olhos o que realmente provoca a fotofobia é uma falha existente nessas células.

Os sintomas por vezes não tem cura dependendo do problema que possa ter, como a fotofobia por exemplo que não é uma doença e sim um sintoma que deve servir de alerta. Contudo a distrofia nas células fotossensíveis devem ser vista com cuidado e a partir disso tomar algumas atitudes juntamente com um especialista. Alguns cuidados podem ajudar a livrar-se deste incômodo como por exemplo usar óculos escuros com proteção UV, usar chapéus, bonés que cobrem a altura dos olhos.

 

Fotofobia e doenças oculares

 

Desde o início podemos ver que não são somente as doenças oculares que podem causar esta sensibilidade a luz, doenças crônicas como enxaqueca, sinusite e outras, possuem a fotofobia como um dos seus sintomas indesejados. Entretanto aqui vamos focar nas doenças oculares.

O número de doenças que possuem a sensibilidade a luz como sintoma é bem grande, mesmo assim vamos citar alguns deles como a conjuntivite, glaucoma, uveíte, blefarite, quem possui astigmatismo também sofre com isso, entretanto estes são apenas alguns dos diversas doenças que têm este sintoma.

Recomendamos que assim que perceber que isto está ocorrendo, procure o mais rápido possível um oftalmologista de sua confiança, para que seja diagnosticado o que está ocorrendo e indicar um tratamento.