Exames anuais previnem problemas graves de visão!

Leia mais

Apesar de ser um sentido extremamente importante para o ser humano, a visão costuma ser deixada de lado quando o assunto é saúde.

Isso porque, geralmente, as pessoas pensam que enxergar bem é sinônimo de ter olhos saudáveis e só procuram o oftalmologista quando sentem dificuldade ou algum incômodo nos olhos, prejudicando o diagnóstico precoce e tratamento de quadros graves.

A história de Adilson, contada na reportagem do Jornal da Band, é um exemplo disso.
Cinco anos atrás, ao fazer exame oftalmológico para renovar a carteira de habilitação, ele descobriu que tinha glaucoma em estágio avançado, o que mostra que muitas doenças graves são silenciosas e não apresentam sintomas.

Por isso, os cuidados com a visão devem começar desde cedo.

Os recém-nascidos devem fazer o teste do olhinho, para detectar tumores, catarata e glaucoma congênitos.

Após os 3 anos de idade, é possível identificar alterações de grau, estrabismo e outras deficiências.
Mesmo que a criança não apresente sinais de que há algo errado, a avaliação oftalmológica nos primeiros anos de vida é fundamental.

Já na fase adulta, a partir dos 18 anos, deve-se tomar alguns cuidados para evitar doenças oculares. O primeiro deles é fazer um check-up anual com o oftalmologista.

Quanto ao uso de medicamentos, só os que realmente sejam necessários e sempre prescritos pelo médico!

Além das consultas de rotina, também deve-se ir ao oftalmologista ao sentir dores de cabeça constantes, ardência, coceiras ou sinais de vermelhidão, dificuldade de leitura e embaçamento, ou qualquer outro sintoma na vista.

A prevenção é sempre o melhor caminho!